Prezadas(os) Associadas(os), 

A Diretoria Executiva da ASCAPES declara apoio  às manifestações em defesa da Educação do dia 30 de maio. O movimento foi chamado pelas principais entidades estudantis do país (UNE, ANPG e UBES) e teve adesão dos mais amplos setores dos trabalhadores da Educação Brasileira, um sistema que em nossa compreensão a CAPES deve ser uma parte ativa. Por esse entendimento, promovemos a paralisação no dia 15 e apoiamos o movimento amanhã. Acreditamos que é o momento de mostrarmos solidaridade àqueles que lutam por mais investimento em Educação. Mais do que isso, essa deveria ser nossa missão enquanto agentes públicos que trabalham para o Ministério da Educação do Brasil. 

A manifestação dessa quinta-feira não tem o caráter de Greve (como foi o 15M) e por isso não estamos chamando à paralisação. Também não faremos concentração ou atos na CAPES.  Já temos um dia de Greve Geral agendada, 14 de junho e nossos esforços de articulação devem ser centrados nesse dia. 

Em Brasília, a manifestação está marcada para as 10h no Museu Nacional. Convidamos todas e todos que trabalham na CAPES a participarem do ato, de acordo com suas possibilidades e limitações. A Diretoria da ASCAPES estará presente desde o começo do ato junto com representantes do Sindicato de nossa carreira (SINDGCT) com a faixa “CAPES EM DEFESA DA EDUCAÇÃO” que pode servir como ponto de encontro e aglomeração. 

Saiba mais sobre a manifestação: https://www.cnte.org.br/index.php/comunicacao/noticias/21013-dez-razoes-para-ir-as-ruas-nesta-quinta-dia-30-e-parar-no-dia-14-na-greve-geral.html

“A vida gosta de quem se posiciona”