Servidores da carreira de C&T se unem desde 1993 em busca de melhorias


Mais um Seminário do Fórum das entidades de Ciência e Tecnologia aconteccarreira-pixabayeu nos
dias 25, 26 e 27 de outubro, em Recife. No evento, foi discutida ampla pauta de assuntos das Carreiras de C&T, por meio de plenárias e debates sobre palestras de colaboradores convidados. A ASCAPES esteve presente, representada por seu presidente, sr. Ruy Gonçalves Silva.

O movimento surgiu em 1993, com o objetivo de atuar em busca de melhorias na carreira,  avanços e garantias para aqueles que trabalham nesse ramo da atuação governamental.

As reuniões do  Fórum de C&T não possui uma periodicidade fixa, sendo organizado sempre que necessário colocar em debate assuntos de interesse, principalmente se ações externas, de alguma forma, ameaçam a categoria. Desde seu início foram várias as vantagens conquistadas pelo grupo, entre elas podem ser destacadas conquistas de gratificação e atualização de tabelas salariais.

É forte a participação da ASCAPES nos fóruns e seminários. Segundo Ruy, “a atuação da associação é sempre em busca de contribuir nas discussões e seguir a mesma linha política da carreira, unido forças em busca do bem comum”.  Ruy faz questão de salientar que a linha da entidade é em defesa do servidor e não político partidário.

A carreira

O Plano de Carreira dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal Direta, Autárquica e Fundacional, integrantes da área de Ciência e Tecnologia, é estruturado e regulamentado pela a Lei nº 8.691/93, com os principais objetivos de promover a realização da pesquisa e do desenvolvimento científico e tecnológico do País.

A organização das carreiras é composta da seguinte forma: na carreira de pesquisa, o cargo é de pesquisador; na carreira de gestão, planejamento e infraestrutura os cargos são de analista em C&T de nível superior, o assistente em C&T de nível médio e o auxiliar em C&T de nível fundamental; já na carreira de desenvolvimento tecnológico os cargos são de tecnologista de nível superior, o técnico de nível médio e o auxiliar-técnico de nível fundamental.

Na estrutura organizacional das carreiras de C&T, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação é o órgão central no governo federal responsável pela implementação da política de Ciência e Tecnologia, cabendo a ele a responsabilidade de conduzir as políticas públicas para a área de C&T.